Como se tornar uma empreendedora

Como se tornar uma empreendedora

Como se tornar uma empreendedora

Negócios exigem dedicação e estudos, mas podem oferecer ótimos retornos

O Brasil da atualidade tem passado por uma severa crise econômica. Como resultado disso, as empresas têm demitido muitos funcionários, e muita gente tem enxergado nisso uma oportunidade para ser criativo e criar o próprio negócio. Andando com as próprias pernas e se tornando patrões, o país tem gerado cada vez mais empreendedores nos mais diversos setores.

Contudo, empreender não é uma tarefa fácil, por mais que se seja um pequeno ou micro empreendedora individual. Este trabalho exige muita dedicação, muito planejamento, preparação, estudos e inclusive contratar o trabalho de profissionais qualificados para auxiliar em detalhes importantes, que nem sempre a empreendedora poderá tratar.

O primeiro passo é planejar bem as ações iniciais da empresa. Para isso, é importante fazer uma boa análise dos serviços que a empresa oferecerá, seus custos e retornos. Com esses dados em mãos, é a hora de comprar com a concorrência do local e realizar eventuais ajustes necessários. Ache um imóvel que atenda às necessidades do local e busque realizar seus investimentos com pesquisa para não perder dinheiro.

Não ignore as questões burocráticas que envolvem empreender. Especialmente no Brasil, onde a burocracia é gigante, é importante ficar atento. Filie-se à junta comercial, ao setor sindical patronal, às receitas municipal, estadual e federal, e outros organismos organizacionais específicos de seu negócio. Para lidar com a parte tributária, pode ser indispensável contratar um contador.

Não deixe também de investir em estratégias de relacionamento. É importante que a empresa possua uma boa relação com seu público consumidor, com os fornecedores e com a sociedade de maneira geral. Portanto, ao contratar colaboradores, respeite as leis trabalhistas e invista na capacitação e na permanência de seus empregados no empreendimento. Trabalhadores felizes e fiéis costumam resultar em melhor desempenho para a empresa.

Isto vale tanto para empreendimentos societários ou para empresas individuais ou de apenas um proprietário: tenha sempre todos os valores no papel. Utilize algum software de gestão para controlar entradas, saídas, estoque, capital de giro e outros dados que podem influenciar na forma como seu empreendimento se comporta no mercado.

Agora, que tal dar o primeiro passo para entrar no mundo do empreendedorismo? Confira já nossas condições para se tornar uma revendedora Joyaly!

 

Escreva um comentário